A Carta,

AS PESSOAS

UMA CARTA QUE ILUMINA O CAMINHO

Temos o poder de proteger nossa casa comum

AS PESSOAS

Conheça as pessoas extraordinárias do filme A Carta

PAPA FRANCISCO

O Papa Francisco nasceu como Jorge Mario Bergoglio em Buenos Aires, Argentina, e é o primeiro papa das Américas. Dedicado a um estilo de vida humilde, ele mora em um apartamento simples, cozinha seu próprio jantar e viaja em um carro pequeno. Ele costuma dizer: “Meu povo é pobre e eu sou um deles”.

O Papa Francisco nos encoraja a proteger este planeta, nossa casa comum, como forma de amar uns aos outros e ao Criador. Ele adotou seu nome papal de São Francisco, aquele que abriu mão da riqueza da família para servir aos mais pobres e cuidar da criação.

Em 2015, o Papa Francisco publicou a Laudato Si’, uma carta dirigida a “todas as pessoas de boa vontade”. Laudato Si’ explora a crise planetária de hoje à luz da antiga sabedoria dos ensinamentos católicos. O Papa Francisco nos pede para ver que “tudo está interligado” e para ouvir “tanto o clamor da terra como o clamor dos pobres”.

Cardeal Cantalamessa

Mais sobre o Cardeal Cantalamessa

O Cardeal Raniero Cantalamessa é o pregador da casa papal, uma função oficial que oferece orientação espiritual aos funcionários do Vaticano e é o único clérigo que faz pregações para o Papa. Nessa função, ele serviu o Papa João Paulo II, o Papa Bento XVI e o Papa Francisco.

Todas as semanas durante o Advento e a Quaresma, o Cardeal Cantalamessa oferece uma meditação às lideranças católicas. Seu ensinamento muitas vezes se concentra no chamado para servir humildemente.

O Cardeal Cantalamessa é membro da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos. Originário da região de Marche, na Itália, passa grande parte do ano em Assis.

Cacique Dadá

Mais sobre o Cacique Dadá

O Cacique Odair “Dadá” Borari é um líder da comunidade Novo Lugar do povo Borari. O povo Borari reside na Terra Indígena Maró, localizada no atual Pará, Brasil. As terras do Maró incluem florestas antigas, cheias de vida e beleza, onde as madeireiras veem apenas seu próprio lucro.

À medida que madeireiros ilegais começaram a aumentar suas incursões no Território do Maró, o Cacique Dadá tornou-se especialista no uso de uma nova técnica para capturar fotos de suas atividades com GPS. Seu trabalho criou evidências dos crimes dos madeireiros, forçando as autoridades governamentais a agir.

Como resultado de sua corajosa liderança, o Cacique Dadá foi capturado e torturado por mercenários, e agora precisa viajar com escolta de segurança.

Após a conclusão das filmagens, o Cacique Dadá continuou defendendo a proteção de seu povo e de sua terra. Ele agora é o líder de uma iniciativa de saúde para vários povos indígenas, reunindo múltiplas perspectivas sob uma necessidade comum de dignidade indígena, e está treinando a próxima geração de líderes para proteger a terra. Saiba mais sobre a jornada do Cacique Dadá e como você pode apoiar sua comunidade aqui.

Arouna Kandé

Mais sobre o Arouna Kandé

Arouna é um refugiado climático que cresceu em uma família de agricultores na região de Kolda, no Senegal, onde quase 80% da população vive na pobreza.

Famílias como a de Arouna há muito tempo se sustentam com pequenas fazendas e rebanhos. Mas secas mais duras e desertos crescentes tornam sua situação inabitável.

A família de Arouna tornou-se incapaz de sustentá-lo, e aos 8 anos ele foi transferido para a cidade costeira de Saint-Louis. Agora jovem, Arouna descobriu que a vida em Saint-Louis não está distante das realidades de um planeta em mudança. Por estar situada na costa, Saint-Louis está sendo lentamente consumida pela elevação do mar. Tempestades mais fortes geralmente devastam casas e negócios.

Com desertos crescentes no leste e águas subindo no oeste, o Senegal é pressionado pela crise planetária. Muitos jovens não veem outra escolha senão arriscar a perigosa migração para a Europa. Tragicamente, eles muitas vezes morrem ao longo do caminho.

Após a conclusão das filmagens, Arouna se matriculou na universidade. Além de continuar os estudos, Arouna está trabalhando no desenvolvimento humano na Maison de la Garde, a comunidade que iniciou seu caminho para a educação, e está apoiando uma campanha de plantio de árvores para reflorestar o interior do Senegal. Ele espera se tornar um assistente social para orientar sua aldeia natal em direção ao desenvolvimento sustentável. Saiba mais sobre a jornada de Arouna e como você pode apoiar sua comunidade aqui.

Ridhima Pandey

Mais sobre o Ridhima Pandey

Ridhima Pandey é uma jovem ativista climática de Hadiwar, Uttarakhand, Índia.

Ridhima está envolvida no ativismo desde os nove anos de idade, quando entrou com uma ação judicial contra o governo da Índia, argumentando que não havia cumprido suas obrigações decorrentes do Acordo de Paris.

Ridhima também integrou a denúncia realizada pela ONU que acusou cinco governos de violar a Convenção sobre os Direitos da Criança ao não proteger as crianças dos perigos de um mundo em aquecimento.

Ridhima mora com o irmão e os pais perto do rio Ganges.

Após a conclusão das filmagens, Ridhima continuou trabalhando pela justiça climática, ao mesmo tempo em que mantinha seus estudos. Ela co-fundou uma organização que ajuda jovens indianas a se tornarem defensoras do clima e apoia a proteção de elefantes em sua região. Saiba mais sobre a jornada de Ridhima e como você pode apoiar sua comunidade aqui.

Greg Asner e Robin Martin

Mais sobre o Greg Asner and Robin Martin

Greg Asner e Robin Martin são biólogos marinhos e cocriadores de uma técnica para fazer mapas em 3D do mundo submarino. Vivem na ilha do Havaí, nos Estados Unidos.

Ao longo de seus anos de trabalho, o Dr. Asner e a Dra. Martin conseguiram juntar sua admiração pela beleza do mundo natural e a robustez da ciência que ajuda traduzir em números as perdas da natureza e o apoio à conservação. Trabalhando juntos como cientistas e como casal, lutam para compreender como as mudanças climáticas afetam a vida marinha.

A Dra. Martin é professora associada de geografia e o Dr. Asner é o diretor do Centro Global de Descoberta e Conservação da Universidade do Estado do Arizona.

O Dr. Asner e a Dra. Martin continuam dirigindo o Centro de Educação e Pesquisa Marinha do Havaí (MERC, na sigla em inglês), que trabalha com as comunidades para aumentar a resistência dos recifes de coral num clima em mudança. FAÇA UMA DOAÇÃO PARA HAWAII MERC

Lorna Gold

Mais sobre o Lorna Gold

Lorna Gold é a presidente do Movimento Laudato Si’, um movimento para inspirar e mobilizar a comunidade católica para cuidar da nossa casa comum e alcançar a justiça climática e ecológica. Ela é uma ativista ambiental e especialista em formas de construir uma economia sustentável.

Desde seus dias como jovem ativista, a Dra. Gold trabalhou na comunidade para alcançar mudanças reais em grandes sistemas. A Dra. Gold foi anteriormente Gerente de Política e Advocacy em Trócaire e liderou o Projeto Laudato Si’ dentro da Igreja Católica na Irlanda, e agora é a diretora de engajamento na FaithInvest.

Após a conclusão das filmagens, a Dra Gold continuou seu serviço como presidente da diretoria do Movimento Laudato Si’ e como diretora de engajamento na FaithInvest

Apoio

Após o término da produção deste filme, as pessoas voltaram para casa com um renovado senso de propósito e potencial. Saiba mais sobre como os protagonistas lideram o trabalho em suas comunidades e o que você pode fazer para apoiá-los agora.

TORNE-SE UM PARCEIRO

OS PARCEIROS SÃO ORGANIZAÇÕES QUE SE COMPROMETEM A UTILIZAR O FILME PARA PROTEGER NOSSA CASA COMUM.

7 + 9 =